Consentimento

Peça inédita da premiada dramaturga britânica Nina Raine sobre o conceito de consentimento.

Consentimento reúne amigos advogados que representam partes opostas em um caso judicial de estupro. Logo percebemos que os fatos envolvidos na agressão, o sofrimento da vítima e sua busca por justiça são relegados a um segundo plano, pois as narrativas criadas pelos advogados para defender ou acusar o réu tornam-se muito mais relevantes do que os fatos em si. Como bem afirma um deles, basicamente, o sistema jurídico é um enfrentamento entre narrativas opostas. E tanto mais as narrativas tornam-se o foco, tanto mais as leis se afastam da justiça a que deveriam servir.

No caso disputado pelos advogados, a injustiça atinge em cheio a vítima do estupro, pois seu histórico de depressão é usado contra ela durante o julgamento para isentar o acusado de culpa. A esta camada, a dramaturga vai agregando outras ao dissecar a vida privada destes advogados e de seus cônjuges, seus amigos, suas conversas particulares, suas infidelidades e vaidades, mentiras e pretensões, etc. e ao revelar, assim, que estas também são fonte de narrativas contraditórias. As posições que assumem no tribunal são defendidas em suas vidas privadas? Suas vidas particulares são afetadas pelas narrativas que criam no âmbito jurídico? As respostas para estas indagações tornam- se mais complexas quando um dos advogados é acusado de estupro por sua esposa.

A peça estreou em Londres em 2017 e foi sucesso de público e crítica. No Brasil, a montagem deste texto inédito aproximará o público da obra desta importante dramaturga britânica e, ao mesmo tempo, provocará discussões e reflexões muito relevantes a respeito do conceito de consentimento, tão atual quanto fundamental para os dias de hoje.

Projeto aprovado nas Leis :
Lei Rouanet (Federal): Valor Aprovado: R$ 778.833,49
PROAC ICMS
(Estadual/SP): Valor Aprovado: R$ 545.600,00

+ informações: muk@muk.nu    

FICHA TÉCNICA

Texto: Nina Raine

Tradução: Ricardo Estevam

Direção: Yara de Novaes

Elenco: Monica Iozzi,  Fabricio Boliveira, Julia Ianina, Rafael Primot, Clarissa Kiste, Daniel Warren e Andrea Dupré

Cenário e Figurino: André Cortez

Iluminação: Wagner Antonio

Trilha Sonora original: Dr. Morris

Produção: Daniel Gaggini

Direção de Produção: Katia Placiano

Produção: MUK